SISTEMA ABERTO GLOBAL DE COLETA DE DADOS

Um novo conceito para aplicações espaciais na coleta de dados ambientais.

O objetivo é construir uma constelação colaborativa baseada em Cubesats para monitoramento ambiental chamada Global Open CoLlecting Data System (GOLDS). A ideia é abrir o sistema de coleta de dados ambientais do INPE existente para todas as instituições do mundo interessadas em preencher a constelação, adicionando novos nanossatélites, instalações terrestres ou sensores às redes ambientais monitoradas.

Arquivos para download

Na abordagem GOLDS, o primeiro representa as instalações de dados e o último, as instalações espaciais. O compartilhamento aberto girará em torno de dois pilares:

PRIMEIRO:

Iniciativas colaborativas relacionadas à infraestrutura de rede DCP e disponibilidade de dados via Internet.

SEGUNDO:

Iniciativas colaborativas adicionando novas instalações espaciais, como: o desenvolvimento de uma nova missão baseada em cubesat, que será membro do constelação porque carrega um transponder CDA desenvolvido pelo CRN / INPE; a integração das instalações da estação terrestre à operação da constelação.

COMPONENTES DO SISTEMA

Este segmento corresponde a todos os satélites que fazem parte da constelação do GOLDS. Por ser uma constelação se faz o uso de satélites compartilhados e da comunicação entre eles.

Neste segmento se encontra as estações de rastreio. Elas são responsáveis pela comunicação com os satélites em órbita, com o uso da TT&C. Recebem dados vindos dos satélites e também são capazes de enviar telecomandos.

Nesse segmento  o usuário é capaz de fazer integrações com API’s, na forma de leitura e escrita, também é possível fazer o uso de compartilhamento dessas informações.

O segmento possui as estações de coleta de dados, responsáveis por coletar as variáveis desejadas, como as do padrão Samanaú.PCD, coletora de dados ambientais e pioneira no projeto. Devido ao transmissor de satélites , essas estações podem ser alocadas em qualquer parte do planeta.

MEMBROS