Samanú.sat foi aprovado no Programa Uniespaço do AEB. Pesquisadores do IFRN de Caicó receberam R$ 135 mil para estudo.

 Projeto Samanaú, desenvolvido por alunos e professores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Caicó (IFRN) em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisa Espacial (INPE), foi aprovado no edital do Programa Uniespaço da Agência Espacial Brasileira (AEB). Os pesquisadores do campus Caicó receberam  R$ 135 mil da AEB para continuarem as pesquisas da plataforma.

Denominado Samanaú.sat, o projeto consiste em uma plataforma de coleta de dados meteorológicos, com possibilidade de expansão para a geologia, combate a endemias e sensoriamento remoto geral. De acordo com os pesquisadores, o diferencial do Samanau.sat é o baixo custo de aquisição, que permite sua utilização em larga escala para redes de coleta de dados de alta resolução.

De acordo com o professor Prof. Max Miller da Silveira, um dos coordenadores do projeto Samanaú, o desenvolvimento da plataforma permite que o valor do equipamento, utilizado na medição de dados meteorológicos possa ser reduzido. ” Um equipamento que custa em média 30 mil reais para fazer a análise climatológica, pode ser produzido ao valor médio de R$ 500. Isso é possível, a partir do uso de um software livre e o desenvolvimento de sensores a baixo custo”, esclareceu. Com essa iniciativa, é possível ampliar a cobertura de coleta de dados e fazer a medição climatológica dentro das cidades.

Fonte: http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2013/09/projeto-do-ifrn-recebe-investimento-da-agencia-espacial-brasileira.html

Projeto do IFRN recebe investimento da Agência Espacial Brasileira
Tags:                 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + dois =